/ Abrindo Minha Empresa

Lucratividade: Seu negócio é rentável?

Em tempos de crise, o empreendedorismo é uma saída interessante para aqueles que precisam manter uma renda para viver. O planejamento inicial e as análises de mercado são cruciais. O sucesso de sua empresa depende dessa primeira fase de constatações. Afinal, todo empreendedor quer ter lucratividade ao abrir um negócio. Mas como saber se a sua atividade é rentável?

 

Por que se deve planejar o capital de giro?

Vamos começar com o capital de giro. É um aporte pelo qual o empresário deverá medir um valor de investimento, e este deve dar conta de algumas despesas em relação aos custos de exercício da empresa. O capital de giro serve para manter o financiamento aos clientes (nas vendas a prazo), a manutenção de estoque e os custo de fornecedores – no caso do comércio, bem como o pagamento de impostos, salários e demais despesas operacionais.

Conforme o próprio nome indica, o capital de giro está relacionado com todas as contas financeiras que giram ou movimentam o dia a dia da empresa.

 

Lucratividade: o seu negócio é rentável?

A diferença entre as vendas e os gastos é o que chamamos de lucro, se o resultado for positivo, e de prejuízo, quando ele for negativo.

Saber se uma empresa dá lucro ou prejuízo, e mais do que isso, o quanto de lucro ou prejuízo ela está gerando, dará ao empresário condições de tomar medidas para atingir suas expectativas financeiras. Assim, os ganhos passam a ter papel importantíssimo na análise de resultados de um empreendimento.

A lucratividade nada mais é do que o percentual do lucro de uma empresa pelo faturamento (ou vendas) da mesma, em um determinado período. Por exemplo, com faturamento de 100 mil reais e lucro de 12 mil reais, a lucratividade será de 12%.

Esta é a fórmula para o cálculo da lucratividade:

Lucratividade = (Lucro Líquido / Receita Total) x 100.

Lucratividade = (20.880 / 364.000) x 100 = 5,73% ao ano.

Alguns empresários usam as referências do Sistema Tributário do Lucro Presumido para definir lucratividades mínimas para seus negócios. Partindo deste princípio, empresas de comércio pagam alguns impostos sobre um “lucro presumido”, que varia de 8% a 32%, conforme a atividade da empresa.

 

Taxa Interna de Retorno

A TIR, ou Taxa Interna de Retorno é um método utilizado por administradores e empresários para analisar a viabilidade e até mesmo a atratividade de se abrir um negócio ou realizar algum investimento na empresa.

Ela irá apontar alguns dados que dizem o quanto você deverá gastar – os gastos financeiros e qual seria o melhor planejamento estratégico –  durante determinado período. Logo, será possível determinar, também, o quanto esse investimento irá lhe render durante esse período.

A tarefa exige cálculos técnicos e um conhecimento aprofundado da teoria. É uma atividade de análise bem específica do setor financeiro. Um serviço de contabilidade comprometido com você e seu negócio podem te ajudar.

 

Se você deseja abrir sua empresa ou quer realizar algum investimento no seu negócio, fale com a Kino. Nós podemos te indicar as melhores formas de lidar com a sua contabilidade e fazer o seu negócio crescer.


Sobre o Autor
kino