/ Com a Kino é mais fácil | Microempreendedor - MEI

Como me tornar um Microempreendedor MEI e sair do desemprego

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou no final de julho a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD Contínua, que aponta que o Brasil tem 13,4 milhões de desempregados. É mais que a população inteira da Bélgica ou todos os moradores da cidade de São Paulo. É muita gente em busca de uma oportunidade e que tem optado por se tornar Microempreendedor MEI.

Apesar do percentual de desempregados ser menor que no primeiro trimestre, fatores como a deflação registrada em junho de 0,23% – segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), também é um indicador de demora para novas contratações.

Diante desse cenário instável e pouco promissor, encontrar um emprego em curto prazo não tem sido uma tarefa fácil. Afinal, com a queda de demanda e recuo de preço, os empregadores ainda precisarão postergar novas contratações, o que impacta nas taxas de emprego.

Para muitos, a melhor opção para sair da crise tem sido o empreendedorismo.  Nunca foi tão comum a frase “falta emprego, mas não falta trabalho”. E o brasileiro, na medida do possível, vai driblando a crise com criatividade, empreendendo em novas possibilidades.

Além do desemprego, um dos fatores que vem incentivando o empreendedorismo são as facilidades para formalizar uma atividade como Microempreendedor Individual (MEI).

Microempreendedor MEI – uma solução simplificada para o novo empreendedor

Ao se cadastrar como Microempreendedor MEI, o profissional pode prestar seus serviços ou comercializar seus produtos de maneira legal e com mais facilidade para buscar crédito para investir no negócio.

Para quem já pesquisou ou analisou a possibilidade de abrir seu próprio negócio, sabe muito bem que ter facilidade de obter crédito é fundamental para que possa se desenvolver e prosperar.

Afinal, para as mais variadas atividades, no início do empreendimento é necessário investir em insumos, equipamentos, ferramentas ou materiais.

Seja um computador, uma máquina de costura, uma câmera fotográfica, um jogo de ferramentas, um fogão ou forno industrial, é necessário ter algum dinheiro para investir ou ter crédito para buscar um financiamento.

Além disso, MEI também tem acesso aos benefícios sociais de aposentadoria, auxílio doença e auxílio maternidade, já que ele passa a ser um contribuinte da Previdência Social.  São garantias que dão mais segurança ao trabalhador em caso de algum incidente que o impossibilite de exercer suas atividades e tocar o seu negócio temporariamente.

Faturamento e regime tributário MEI

O Microempreendedor – MEI tem um limite de faturamento de R$ 60 mil anuais, que dá uma média de R$ 5 mil mensais.

Esse valor é mais que o dobro que a média do rendimento médio do trabalhador brasileiro, que entre abril e junho foi de R$ 2.104.

Uma vantagem do MEI é que ele é inscrito no Simples Nacional e fica isento de vários tributos.

Assim a sua carga de contribuição é reduzida, com valores que vão de R$ 47,85 a R$ 52,05, dependendo do tipo de atividade.

Contabilidade para Microempreendedor MEI

Mesmo sem a obrigatoriedade de ter um Contador, é recomendado que o MEI tenha a Assessoria Contábil para manter em dia a documentação e o pagamento dos tributos.

Além disso, a Contabilidade será fundamental para auxiliar na Declaração de Imposto de Renda e no repasse dos lucros e, assim, evitar que o Microempreendedor MEI pague, desnecessariamente, um valor alto de imposto de renda na sua pessoa física, ao fazer a sua declaração anual.

Contabilidade Online para MEI

A Contabilidade Online é uma solução eficaz para Gestão Contábil e Financeira para novos empreendedores. Todos os serviços são oferecidos através de uma plataforma online e contam com o suporte de uma equipe de Contadores credenciados e experientes.

São oferecidos pacotes completos de serviços para os mais variados perfis de empreendimentos e com preços que atendem aqueles que estão no início do negócio e não podem arcar com os honorários de um escritório convencional.

Além disso, a Contabilidade Online disponibiliza o Gerenciador Financeiro totalmente, gratuito. O sistema também é online e integrado à plataforma de contabilidade, o que possibilita a emissão de nota fiscal de forma gratuita.

Para mais informações sobre Microempreendedor – MEI leia também:

Nem freelancer, nem informal: é MEI

Como a Contabilidade pode ser útil para o MEI

Quem é MEI também precisa de um contador?


Sobre o Autor
Bruna Moreira